terça-feira, 8 de janeiro de 2008

Say you'll be there...



Ok, pode me chamar de tola ou de qualquer outro nome que você quiser,eu não vou me importar. De certa forma pode ser que eu até concorde com você,talvez eu também me ache uma incrível tola por ainda deixar esse sentimento se apoderar de mim e me tirar até a última das últimas forças que me sobraram.
Por acaso eu já te disse que,às vezes, eu consigo me livrar de você mesmo que seja por algumas horas? Pois é. Talvez eu não seja tão fraca quanto você pensa,ou melhor, talvez eu seja bem mais forte do que você pensa que eu seja.
Mas hoje... ah,hoje foi diferente. Eu queria muito ter acordado pronta para colocar meus planos em prática,pra ser uma nova pessoa,pra esquecer alguém que tem me atormentado,pra conhecer gente nova,enfim,pra ocupar meu tempo com algo que não me fizesse lembrar de você nem por um segundo sequer.Mas,não.
Pra te dizer a verdade,eu já não tenho entendido mais nada do que tem se passado. Já são quase 5 dias de tormento, 5 dias em que você não desaparece da minha cabeça,5 dias em que eu daria tudo pra me livrar de você pra sempre.
Eu sei que eu deveria tomar alguma atitude em relação a isso,mas agora é tarde. Hoje eu compreendo que a errada da história sou eu. Eu que deveria ter parado de ir naquele lugar,eu que deveria não ter sentado ao teu lado naquele dia.Você se lembra? Claro que não! Naquele tempo você nem sabia meu nome enquanto eu, pobre coitada,ficava olhando aquela lista enorme pra ver se achava ao menos teu sobrenome.
O tempo passou e hoje eu posso dizer que tenho tudo que me faria sair dando pulos de alegria por aí se ainda estivéssemos naqueles dias. Basta que eu ligue o computador pra ver teu email gravado aqui, basta mexer no celular pra ver o nome e o número daquela criatura que parecia ser inatingível,mas que bastava passar ao meu lado pra me deixar trêmula como uma garotinha de 12 anos quando arruma o primeiro namorado.
Quem era eu pra saber que,de sonho,você passaria a ser meu pesadelo! Eu sei que você não tem noção alguma do que se passa dentro de mim,do que você provoca em mim... Só eu sei o que se passa aqui dentro,só eu sei como é a vontade de apertar aquele "ok" e ouvir tua voz, e te contar toda a verdade mesmo que isso acabe com todas as minhas esperanças.
Eu só queria entender o porquê de tudo ter começado.
Quem sabe aqueles dias em que eu te encontrei foram apenas um teste pros muitos dias em que eu ainda vou ter que te encontrar pela frente. Eu sei que você vai estar lá. E,por ironia do destino, eu também estarei.
Quem sabe quando chegar este dia,você mais uma vez sente ao meu lado,mais uma vez me dê aquele abraço forte e mais uma vez faça aquela cara de quem quer me ouvir. Que você enxergue além desses olhos que te chamaram a atenção e que você entenda de uma vez por todas que o que eu tenho aqui dentro é bem mais do que essa pessoa aí ao teu lado tem.

É mais,muito mais.

5 comentários:

Jul!o disse...

Não sei, mas esse post me lembrou duas músicas: Poema, do Cazuza, e agora so falta você, da Rita Lee...
Adorei

Bia disse...

Nossa...texto perfeito! Adorei!
bjus

ZeRo mEiA disse...

blog bonito, interesante, e com conteudo.....

parabens, boua sorte pra vc!!

www.losfanfaroes.blogspot.com

Rafael disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Prisca, insana criança disse...

Gostei demais.

Entrei no teu texto e meus olhos quase transbordaram emoção.

Lindo...